TRATAMENTO DA DISCOPATIA E ARTROSE FACETÁRIA

O tratamento da discopatia e da artrose facetária tem como objetivo o controle da dor. Se esse controle for conseguido, não é necessário corrigir o desgaste, evitando-se cirurgias maiores.

As opções iniciais de tratamento são os bloqueios, infiltrações e o tratamento com radiofrequência.

Nos casos em que não há bom resultado ou existe um comprometimento maior, podem ser necessárias cirurgias de fixação da coluna, como a fixação dinâmica ou mesmo a artrodese minimamente invasiva.

 

COMO É DIAGNOSTICADO

Raios-X, tomografia computadorizada e ressonância magnética (RM) podem ser usados ​​para ajudar a diagnosticar a artropatia facetária. Outro procedimento mais específico envolve a realização de uma injeção guiada usando um fluoroscópio. Medicina e corante são injetados. O corante permite ao médico visualizar a colocação da agulha e injeção. Se a articulação facetária é injetada e o alívio da dor é o resultado, isso serve para confirmar o diagnóstico de artropatia facetária.

 

TRATAMENTOS

Inicialmente, o médico pode recomendar um período de descanso em um esforço para controlar os sintomas. Posições de sono que tiram a pressão das articulações facetárias podem ser recomendadas, como curvar-se para dormir ou deitar de costas com os joelhos para cima e o travesseiro por baixo.

 

Fonte: 

https://www.cirurgiadacoluna.com.br