Neurocirurgião: Qual é a sua função?

O neurocirurgião realiza o diagnóstico, avaliação e tratamento de doenças complexas ligadas ao sistema nervoso. Esse médico especialista tem liderado a incorporação de novas tecnologias para realizar tais procedimentos. É importante destacar que ele não realiza somente cirurgias, mas também orienta o paciente quanto ao tratamento clínico, que inclui prevenção, diagnóstico, avaliação e ainda tratamento de doenças neurológicas juntamente com outros profissionais.

O neurocirurgião é muito mais do que um “cirurgião do cérebro”, ele é especializado e treinado para atendimentos de emergência e reabilitação de doenças neurológicas. Logo, por possuir treinamento extensivo no diagnóstico de doenças neurológicas, frequentemente é chamado para atender na emergência com outros profissionais na medicina.

O Que ele “Trata”?

Com já foi mencionado, o neurocirurgião realiza o tratamento de diversas doenças que acometem o sistema nervoso central e periférico. A avaliação do neurocirurgião é extremamente importante para descartar a possibilidade de tratamento cirúrgico de algumas doenças. Feito isso, o seguimento de algumas doenças pode ser realizado por outros especialistas como, por exemplo, neurologista, reumatologista, endocrinologista, otorrinolaringologista, entre outros.

No entanto, quando se trata das patologias a seguir, o próprio neurocirurgião realiza o tratamento:

Neurovascular

  • Aneurismas cerebrais;
  • Malformações arteriovenosas cerebrais e raquidianas;
  • Pré-operatórios de tumores;
  • Doenças estenosantes;
  • Fístulas;
  • Cavernomas;
  • AVCs (derrames);
  • Hemangioma;
  • Patologias de Carótidas e Vertebrais.

Neurocirurgia Geral

  • Hidrocefalia;
  • Tumores cranianos e encefálicos;
  • Hematomas;
  • Cistos.

Cirurgia de Coluna

  • Traumas;
  • Doenças degenerativas (fraturas, artrose, bico de papagaio, hérnia de disco…);
  • Doenças congênitas (escoliose, desvios);
  • Neuro-oncologia;
  • Tumores, câncer.

Nervos Periféricos

  • Síndrome do túnel do carpo;
  • Traumatismos.

Quando Consultar um Neurocirurgião?

Quando surgirem os seguintes sintomas neurológicos, que são considerados os mais comuns:

  • Dor de cabeça;
  • Dores na coluna;
  • Desmaios e crises epilépticas;
  • Formigamentos e outras alterações da sensibilidade;
  • Perda de força (fraqueza);
  • Alterações visuais (perdas visuais, visão dupla, pontos luminosos) e alterações da fala (gagueira, afasia);
  • Alterações do estado mental (confusão, agitação);
  • Perda de memória;
  • Tonturas, alterações do equilíbrio e marcha;
  • Movimentos involuntários (tremores, tics);
  • Distúrbios do sono (falta de sono ou sono em excesso);
  • Déficit de atenção;
  • Alteração do humor (irritabilidade, depressão);
  • Ansiedades (medos, fobias, pânico, preocupações excessivas).

Quais Exames o Neurocirurgião solicita?

Ao consultar o neurocirurgião, ele irá realizar uma rigorosa entrevista com o paciente. Em seguida irá solicitar alguns exames clínicos. Os mais pedidos são: avaliação de reflexos, força, equilíbrio e sinais vitais. No entanto, também pode solicitar exames laboratoriais, tomografia, eletroencefalograma, doppler transcraniano, angiografia cerebral, eletromiografia e até ressonância magnética. Todos esses exames são de extrema importância para identificar a necessidade de um procedimento cirúrgico ou tratamento clínico.

Quais Medicamentos o Neurocirurgião prescreve?

Os tratamentos neurológicos são realizados com psicofármacos, que são medicamentos que corrigem desequilíbrios bioquímicos do sistema nervoso, restabelecendo assim, as funções nervosas, psíquicas e físicas. Analgésicos, anticonvulsivantes, antipsicóticos e até relaxantes musculares e vitaminas podem ser indicados dependendo do diagnóstico de cada paciente.

Considerações Finais sobre o Neurocirurgião

Como foi apresentado, o neurocirurgião possui funções que vão além da simples “cirurgia no cérebro”. Ele atua desde a prevenção até o tratamento de doenças ligadas ao sistema nervoso. Por isso, ao surgir qualquer sintoma mencionado, marque uma consulta e discuta sua condição com ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *