Dor no Nervo Ciático: Causas e Tratamentos

As dores no nervo ciático afetam cerca de 6% da população, sendo as mulheres mais afetadas do que os homens. Geralmente, é uma dor persistente de intensidade variável, que pode estar associada à dormência, formigamento, agulhadas e fraqueza muscular.

O nervo ciático é o nervo mais longo do corpo humano: começa na região lombar, atravessa as nádegas e a parte posterior da coxa e chega ao pé. O desconforto é sentido em todas as regiões onde o nervo passa. A dor no nervo ciático, também conhecida simplesmente como ciática, pode ser causada por vários fatores. Não é incomum para praticantes ou atletas fisicamente ativos regularmente. Portanto, vamos entender mais sobre a dor nessas localidades.

O que é Dor no Nervo Ciático?

A ciática é um problema que ocorre no nervo ciático: o nervo principal nas extremidades inferiores e o maior em nosso corpo. O nervo ciático começa na região lombar, passa pelas nádegas e por toda a perna até atingir o dedão do pé (hálux). Esse nervo é responsável pelas articulações do quadril, joelhos, tornozelos, isquiotibiais e músculos e sensibilidade das pernas. Como já foi mencionado, a dor pode ocorrer em qualquer parte do nervo ciático e é caracterizada por graus persistentes e variáveis de dor.

Causas

A dor no nervo ciático não é uma doença em si, mas um sintoma de um problema na região nervosa, como inflamação, lesão ou compressão. Em geral, as causas estão relacionadas aos seguintes fatores:

  • Má postura;
  • Trauma sofrido na região lombar ou nas nádegas;
  • Fraturas ou lesões na região pélvica;
  • Lombalgia (dor nas costas);
  • Estenose da coluna vertebral;
  • Obesidade;
  • Inatividade física;
  • Avanço da idade;
  • Hérnia de disco;
  • Passar muito tempo sentado;
  • Levantamento de pesos;
  • Tumores;
  • Diabetes;
  • Herpes;
  • Catapora.

Além dessas causas, a compressão nervosa na área do músculo piriforme pela qual a ciática passa também pode causar inflamação – e caracterizar uma Síndrome do Piriforme. O músculo piriforme forma a região do quadril e está localizado em uma área das nádegas. Sua principal função é estabilizar a pelve e realizar movimentos rotacionais da coxa.

Além dessa compressão, o exercício excessivo pode causar a Síndrome do Piriforme se muito esforço for exigido das pernas. Portanto, atletas, ginastas e atletas (por exemplo, ciclistas e corredores) são mais propensos a sofrer lesões ou compressão na região do piriforme.

Sintomas Dor no Nervo Ciático

A dor no nervo ciático pode variar de pessoa para pessoa e pode depender da localização da dor e dos fatores que podem estar por trás dela. Mas, em geral, os principais sintomas da ciática são:

  • Dor persistente;
  • Formigamento;
  • Dormência;
  • Fraqueza muscular;
  • Sensação de agulhadas;
  • Perda de sensação e/ou reflexos diminuídos na área dolorosa do nervo;
  • Dor exponencial nas pernas acompanhada de tosse ou espirro;
  • Dor exponencial quando está deitado e eleva as extremidades inferiores.

Tratamento para Dor no Nervo Ciático

Se a dor persistir em uma região do nervo ciático, é recomendável que pessoa visite o médico especialista para examinar o local e eliminar outras dores nas articulações.

Existem alguns casos de tratamento da ciática que podem incluir massagem e exercícios de alongamento e fortalecimento. Em outros casos, no entanto, outras intervenções podem ser necessárias.

Por exemplo, se o médico achar necessário, os exames de imagem da coluna vertebral podem ajudar a diagnosticar a ciática com mais precisão, bem como a causa do problema.

Os exames mais comuns para esse fim são exames de raio-X, tomografia computadorizada e ressonância magnética, que podem ser usados para verificar irregularidades no nervo (por exemplo, fraturas).

Prevenção da Dor no Nervo Ciático

Em muitos casos, a ciática pode ser um sintoma de problemas e doenças que requerem tratamento adequado, como hérnia de disco, diabetes e vírus do herpes. No entanto, existem alguns hábitos que qualquer pessoa pode usar para prevenir dores nos nervos, especialmente atletas. Confira as recomendações mais importantes:

  • Participe regularmente de atividades físicas para evitar inatividade física e alongue sempre antes e depois da corrida;
  • É recomendável que você consulte um médico especialista antes de realizar qualquer atividade física. Pergunte também sobre diretrizes de exercícios que visam fortalecer os músculos de todo o corpo;
  • Evite exercícios excessivos sem a supervisão de um profissional (respeite os limites do seu corpo);
  • Sempre tente manter a postura correta;
  • Se você trabalha sentado ou em pé por muitas horas durante o dia, faça pequenos intervalos para alongar o corpo e as articulações;
  • Evite sapatos de salto alto. Se isso não for possível, tente tirá-los de vez em quando para aliviar a área;
  • Mantenha uma dieta equilibrada, rica em cálcio e vitamina D, para fortalecer os ossos e prevenir dores nas articulações.

Fontes:

https://imeb.com.br/ dor-no-nervo-ciatico/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *