Ciático: Sinônimo de Dor e Desconforto

Quem nunca ouviu alguém reclamar de um problema no co? O desconforto é frequentemente relatado e manifesta-se em dificuldades de locomoção e lombalgia. No entanto, existem outros sintomas que podem indicar essa inflamação. Vamos entender melhor o ciático?

O que é Nervo Ciático?

Primeiro de tudo, você deve entender exatamente o que é e quão importante é essa estrutura. O nervo ciático é o mais longo e mais espesso do corpo humano. Tem origem no plexo lombo sacro, ou seja, na área da coluna lombar, e consiste em vários ramos, que estão conectados às últimas vértebras e à base da coluna vertebral e cruzam o quadril, nádegas, coxas, joelhos e tornozelos. Quando atinge o meio do fêmur, o maior osso da coxa, a ciática se divide em fíbula e tíbia, os ramos que seguem a perna.

Sua Função

Esse nervo tem funções sensoriais e físicas. O ciático controla as articulações dos quadris, joelhos e tornozelos e está relacionado aos movimentos das coxas, pernas, tornozelos e dedos dos pés e à sensibilidade nessas regiões. Devido ao seu tamanho e sua posição estendida, o nervo ciático é muito propenso a compressão. Portanto, geralmente há problemas relacionados.

Dor no Nervo Ciático

Esse incômodo é fruto de inflamação que nada mais é que a resposta que o corpo dá a um componente que agride. Ela se manifesta por meio da liberação de várias substâncias, desde lesão celular para o ambiente extracelular, que desencadeia uma cascata de eventos como edema, rubor, dor e limitação de função. Estes conceitos se aplicam a qualquer parte do corpo. Quando esta estrutura está inflamada, você pode irradiar toda a área de sua extensão – da região lombar até os pés – e os movimentos e sensibilidade.

Causas Ciático

As causas de dor no nervo ciático podem ser diretas ou indiretas:

Trauma:

As principais causas de desconforto são os traumas que ocorrem por fatores mecânicos e extrínsecos, como quedas e contusões.

Má postura e movimentos repetitivos:

Posturas inadequadas por tempo prolongado, atividades esportivas ou de trabalho que sejam repetitivas ou desgastadas em demasia também podem causar lesões.

Hérnia de disco e doenças:

O deslocamento de um ou mais discos intervertebrais também pode gerar inflamação e dor, que é conhecida como ciatalgia.

As  hérnias do disco lombo sacro – relacionadas a infecções como herpes simples ou zoster, mononucleose, diabetes, diversos tipos de câncer, doenças autoimunes, problemas metabólicos, doenças hereditárias raras – também podem causar o problema.

Sintomas  do Ciático

Basicamente, os sintomas do nervo ciático inflamado podem ser divididos em dois grupos – relacionados às duas funções nervosas: motora e sensorial.

Motores:

  • Lombalgia irradiando sobre as coxas laterais, posteriores ou anteriores;
  • Dificuldade em levantar o pé, esticar o joelho ou mover os quadris;
  • Distúrbios urinários – quando alguns ramos sacrais estão comprometidos.

Sensorial:

  • Dormência na perna;
  • Formigamento;
  • Sensação de choque;
  • Sensação de agulhamento;
  • Perda de sensibilidade na planta do pé e em outras áreas das extremidades inferiores.

Diagnóstico

Quem convive com isso perde a qualidade de vida no final, pois além de dores e movimentos, podem ocorrer restrições, impedem as atividades cotidianas e divertem-se, como tarefas de trabalho e esportes. Portanto, é importante consultar um médico o mais rápido possível para tratar a doença.

O diagnóstico de um nervo ciático inflamado inclui testes em consultório que indicam compressão ou alterações da coluna vertebral, exames de imagem como raio -X, tomografia e ressonância magnética e eletroneuromiografia eletrônica, que monitora a atividade elétrica do próprio nervo.

Tratamento Ciático

O tratamento do nervo ciático pode ser isolado, mas as causas são tão variadas que é recomendado um exame minucioso para descartar problemas mais graves e evitar recaídas.

O tratamento é agendado com o médico e inclui fisioterapia e intervenções domiciliares, como períodos de descanso ocasionais e o uso de compressas de gelo e calor locais em casa.

O uso da medicação para o nervo ciático é importante, mas deve sempre levar em consideração o tratamento de outras doenças que qualquer paciente possa ter”.

Em casos mais graves e raros, até procedimentos cirúrgicos podem ser indicados.

Prevenção do Ciático

No geral, manter a forma ajuda a evitar problemas no nervo ciático. Além disso, hábitos saudáveis, como nutrição adequada e atividade física regular com exercícios cardiovasculares, tensão nas costas e nas extremidades inferiores e alongamentos, podem ajudar a manter o peso adequado e fortalecer os músculos das costas. para garantir o apoio corporal necessário e a postura correta.


Fontes:

http://ativosaude.com/ saude/nervo-ciatico/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *